Novas tendências e tecnologias disruptivas no topo da agenda global de energia

Uma nova pesquisa destaca uma alteração das prioridades no setor da energia com um impulso crescente direcionado ao futuro caracterizado por uma menor emissão de carbono. Tecnologias disruptivas, incluindo energias renováveis e eficiência energética, estão impactando as prioridades críticas de ação para os líderes do setor de energia globalmente em 2017.

As energias renováveis ocuparam uma posição alta no impacto em cada região conforme identificado em uma pesquisa com acima de 1.200 líderes no setor de energia em 95 países. A energia solar apresentou um crescimento enorme em capacidade instalada atingindo 227GW no final de 2015, enquanto que a capacidade da geração da energia eólica global cresceu a uma taxa de 17,2% em 2015.

Em seu oitavo ano, o relatório The World Energy Issues Monitor 2017: ‘Expondo as novas realidades da energia’ publicado pelo Conselho Mundial de Energia, oferece um retrato das atuais prioridades enfrentadas pelos líderes globais do setor energético.

Dr. Christoph Frei, secretário-geral do Conselho afirmou: “Nossa pesquisa indica que os líderes do setor energético enfrentam e estão cientes da mudança disruptiva. O Issues Monitor ilustra que questões de inovação como a digitalização, a descentralização, o armazenamento elétrico ou o design de mercado inovador ganham tração rapidamente, enquanto que um contexto de crescimento mais difícil e novos riscos físicos e digitais representam ameaças ainda maiores para a indústria da energia. Estas questões que atualmente definem a agenda da energia globalmente, há cinco anos estavam longe de ser uma prioridade.”

Outras conclusões incluem:

  • A volatilidade do preço da commodity continua a ser a incerteza crítica número um
  • Alterações no poder geopolítico devido ao foco renovado na política dos EUA, ao Brexit e à incerteza quanto à coesão da União Europeia
  • Novos riscos físicos e virtuais – Ataques cibernéticos representam ameaças ainda maiores ao setor energético
  • A aquisição e retenção de talentos se tornarão um importante foco com as novas tecnologias remodelando a indústria da energia

O relatório será lançado em Washington e no Japão no dia 6 de abril, seguido de apresentações adicionais em eventos regionais. Será também enviado aos ministérios do governo em mais de 90 países e uma prévia será apresentada no Fórum da Energia Sustentável para Todos das Nações Unidas em Nova York no dia 4 de abril.

O Dr. Frei comentou: “A pesquisa ilustra realmente as tensões que surgem num contexto de grande transição da energia. O relatório não vê motivos porque a atual alta dinâmica do setor energético desaceleraria o passo.  A maneira como as várias regiões decidirem abordar os desafios e as tensões identificadas em nosso relatório definirá os planos e a agenda para o futuro.”

Para mais informações:

Faça o download do relatório: https://www.worldenergy.org/publications/2017/2017-world-energy-issues-monitor/

CONTATO: Lucy Chakaodza chakaodza@worldenergy.org | Tel.: (+44) 20 3214 0616 | https://www.worldenergy.org/ | @WECouncil